top of page
Buscar
  • Foto do escritorLeonardo Romano

Ensaios de Interferência Eletromagnética para uso de EFB

Se você é operador de Táxi Aéreo e deseja certificar o uso dos dispositivos eletrônicos EFB para aeronaves de sua frota, certamente precisará realizar ensaios de interferência eletromagnética (EMI).

Para saber mais sobre o uso de EFB, temos um texto falando apenas sobre esse assunto, basta clicar aqui.


Como já falamos anteriormente, os ensaios de interferência eletromagnética são obrigatórios no processo de certificação do uso de EFB e de responsabilidade do operador de táxi aéreo, segundo o parágrafo 135.44(c) do RBAC n 135.


Mas o que vem a ser interferência eletromagnética?


Também conhecida como EMI (Electromagnetic Interference), a interferência eletromagnética acontece quando um dispositivo eletrônico está exposto a um campo eletromagnético.


Nesse momento, poderemos perceber algum tipo de oscilação no funcionamento desses equipamentos, que podem estar causando ou sofrendo interferência eletromagnética.


Todo equipamento ou sistema eletrônico adicionado a uma cabine de uma aeronave, deve ter uma atenção especial em relação a EMI, onde devem ser verificados se esse equipamento está causando ou sofrendo interferência de outros sistemas da aeronave, sejam eles, de comunicação, navegação, identificação, etc.


Agora que você entendeu o que é EMI, podemos focar na parte prática do ensaio que deverá ser realizado para você certificar o uso de EFB nas aeronaves de sua frota.


Os testes de interferência devem ser acompanhados de um engenheiro aeronáutico e devem ser realizados de forma cautelosa, com atenção para qualquer evidência de interferência (variação/oscilação de indicação, acendimento de anúncio de falha ou alguma anormalidade de operação dos equipamentos e sistemas da aeronave).


Ou seja, durante o funcionamento do EFB deverão ser avaliados os sistemas de comunicação da aeronave, navegação, identificação para que possamos atestar que estes não sofrem qualquer tipo de interferência eletromagnética.


Toda e qualquer discrepância encontrada durante a realização dos ensaios, deverá ser informada no laudo técnico preparado pelo engenheiro aeronáutico.


Após recolher todos os vídeos de comprovação e tomar notas dos resultados encontrados, o engenheiro deverá preparar o seu laudo técnico, assinar e enviar para o operador de táxi aéreo anexar ao processo de certificação para o uso de EFB.


Então se você é operador de táxi aéreo e está precisando de ajuda para realização dos ensaios de EMI, pode contar com a nossa equipe de engenharia.


Clique abaixo para falar com a nossa equipe e saiba mais.



Aqui na November Aviation, já ajudamos outros operadores de Táxi Aéreo em sua certificação operacional, executando os ensaios de interferência eletromagnética e fornecendo os laudos de engenharia necessários para sua certificação.


Voe com a November Aviation, de forma segura e certificada!


Um abraço,


Leonardo Romano

Engenheiro Aeronáutico

Diretor da November Aviation

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


logo november atualizada-2.png
bottom of page